Online clinical psychodrama : a possible connection

Keywords: Psycodrama, Internet, Online

Abstract

This article aims to reflect on the acting possibilities in relationship psychotherapy, bipersonal psychodrama, and internal psychodrama, through online activities. Experience reports were used to illustrate the possibilities in relation to stages, instruments and techniques. Throughout the discussion, it is clarified that the spontaneous action of the psychodramatist towards the client is essential. Therefore, in online care, it is possible to maintain the heating, to apply the techniques and to manage the scenes, considering the need to recognize the patient’s and the director’s scenario, as well as the possibility of using the supplementary reality to reach the scenes, missing objects, and characters.

Downloads

Download data is not yet available.

References

Bustos, D. M. (1979). O teste sociométrico: Fundamentos, técnica e aplicações. São Paulo: Brasiliense.

Bustos, D. M. (1990) Perigo... Amor à vista! Drama e psicodrama de casais. (2a ed. Ampliada). São Paulo: Aleph.

Bustos, D. M. (1999). Novas cenas para o psicodrama. São Paulo: Ágora.

Bustos, D. M. (2005). O psicodrama: Aplicações da técnica psicodramática. Editora Ágora.

CFP [Conselho Federal de Psicologia] (2018). Resolução CFP n. 11/2018. Regulamenta a prestação de serviços psicológicos realizados por meios de tecnologias da informação e da comunicação e revoga a Resolução CFP n. 11/2012.

Cukier, R. (1992). Psicodrama bipessoal: Sua técnica, seu terapeuta e seu paciente. São Paulo: Ágora.

Cukier, R. (2018). Vida e Clínica de uma psicoterapeuta. São Paulo: Ágora.

Faria, G. M. D. (2019). Constitución del lazo terapéutico en psicoterapia en línea: Perspectivas gestálticas. Revista do NUFEN, 11(3), 66-92. http://doi.org/10.26823/RevistadoNUFEN.vol11.nº03artigo59

Filipini, R. (2014). Psicoterapia psicodramática com crianças: Uma proposta socionômica. (1a ed.). São Paulo: Ágora.

Fonseca Filho, J. S. (2008). Psicodrama da loucura: Correlações entre Buber e Moreno. (7a ed. rev.). São Paulo: Ágora.

Fonseca Filho, J. S. (2010). Psicoterapia da relação. São Paulo: Ágora.

Gonçalves, C. S. (1998). Técnicas básicas: Duplo, espelho e inversão de papéis. In: Monteiro, R. F. Técnicas fundamentais do psicodrama. São Paulo: Editora Ágora.

Kellermann, P. F. (1998). O psicodrama em foco. São Paulo: Editora Ágora.

Moreno, J. L. (1992) Quem sobreviverá? Fundamentos da Sociometria, Psicoterapia de Grupo e Sociodrama, Goiânia: Dimensão Editora.

Moreno, J. L. (1975/2016) Psicodrama. São Paulo: Editora Pensamento/Cultrix.

Nery, M. D. P., & Costa, L. F. (2008). A pesquisa em psicologia clínica: do indivíduo ao grupo. Estudos de Psicologia, Campinas, 25(2), 241-250. https://doi.org/10.1590/S0103-166X2008000200009

Perazzo, S. (1994). Ainda e sempre psicodrama. São Paulo: Ágora.

Rodrigues, R. (2008). Quadro de referência para intervenções grupais: Psicossociodramáticas. Revista Brasileira de Psicodrama, 16(1), 75-90.

Rodrigues, C. G., & Tavares, M. A. (2016). Psicoterapia on-line: Demanda crescente e sugestões para regulamentação. Psicologia em Estudo, 21(4), 735-744.

Rojas-Bermúdez, J. G. (2016). Introdução ao psicodrama. São Paulo: Agora.

Zerka Moreno, T., Leif, D. B., & Rutzel, T.(2001). A realidade suplementar e a arte de curar. São Paulo: Ágora.
Published
2020-04-06
How to Cite
Vidal, G. P., & Castro, A. (2020). Online clinical psychodrama : a possible connection. Revista Brasileira De Psicodrama, 28(1), 54-64. Retrieved from https://revbraspsicodrama.org.br/rbp/article/view/408
Section
Original Papers