Foco e Escopo

A Revista Brasileira de Psicodrama (RBP) é o veículo oficial de publicação da Federação Brasileira de Psicodrama (Febrap). Seu escopo concentra-se nas áreas das especialidades Sociodinâmica, Sociometria, Sociatria, sendo esta última composta pelas subespecialidades: Psicoterapia de Grupo, Sociodrama e Psicodrama. E também se propõe a cuidar de temas de ciências correlatas, de interesse da comunidade psicodramática. Os manuscritos podem ser submetidos em português, inglês ou espanhol.

Sua política editorial se pauta pela avaliação por pares duplo cega, assegurando o anonimato dos autores e dos avaliadores durante o processo de avaliação. Segue orientações do Committee on Publication Ethics (COPE) quanto aos aspectos éticos e aos casos de má conduta e plágio em publicações acadêmicas.

A RBP oferece acesso livre imeadiato ao seu conteúdo, seguindo o princípio da gratuidade e democratização do acesso público ao conhecimento científico. 

O comitê editorial da RBP é composto por pesquisadores afiliados a instituições de ensino e pesquisa. Atualmente, 11% são oriundos de instituições internacionais e entre as instituições brasileiras, cerca de 31% são afiliados a instituições do Estado de São Paulo e os demais de outros estados.

Para maximizar a disseminação e uso do material publicado, a RBP adota a licença Creative Commons Atribuição CC BY 4.0. Assim os direitos autorais pertencerão aos autores, sendo permitido que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que atribuído o devido crédito.

A RBP é signatária do DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment), não cobrando taxas para submissão ou processamento dos artigos.

A RBP utiliza o sistema PKP PN para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração.) As políticas editoriais sobre o armazenamento e acesso aos artigos da RBP em repositórios institucionais de acesso aberto, estão depositadas no Diadorim (Diretório de políticas editoriais das revistas científicas brasileiras).

A classificação da  RBP no sistema QUALIS/CAPES é A4.